Castellano English
 
 

 
 
 
 

Página Inicial | Empresa | Conceito - Homeopatia

 

O termo Homeopatia deriva do grego homoios (semelhante) e pathos (doença) - refere-se a um sistema holístico de terapia, que funciona estimulando suave e continuamente as foças naturais e regenerativas do organismo. Até ao aparecimento da indústria química e do fabrico de medicamentos sintéticos, iniciado após a revolução industrial, as doenças eram tratadas aplicando exclusivamente com métodos terapêuticos constituídos por componentes naturais. Os tratamentos com medicamentos fabricados quimicamente foram-se tornado cada vez mais importantes. Contudo, os pacientes começaram a apresentar efeitos secundários com cada vez mais frequência, o que tem levado a um aumento de ceticismo em relação aqueles medicamentos.

A homeopatia teve o seu início há mais de 200 anos e fundamenta-se na teoria e nas experiências do seu brilhante fundador, o médico alemão e naturalista Samuel Hahnemann (1755-1843). Uma premissa fundamental da Homeopatia pode ser extraída da frase latina "Similia Similibus curentur" que significa "o semelhante cura o semelhante". Este conceito terapêutico e utilizado desde os primórdios da medicina por Hipócrates (Século V a.c.) co-existiu durante muitos séculos com o princípio oposto, usado por Galeno (Século II d.c.): "Contraria contrariis curentur", que consistia na administração de medicamentos cuja ação é oposta à manifestação da doença. Paracelsus (Século XVI) recomendava a utilização de "Karanas" ou doses mínimas das substâncias que provocavam em indivíduos sãos a sintomatologia que apresentava o paciente.

De um ponto de vista atual, a Homeopatia pode ser descrita como uma terapia que estimula os mecanismos de defesa do organismo, como resposta a um desequilíbrio fisiológico que dá origem ao aparecimento de "sintomas patológicos" de doença e subsequente processo degenerativo, que afeta as estruturas anatómicas dos diferentes órgãos e sistemas fisiológicos do corpo humano.

 

Inerente ao princípio da similitude, encontramos outra premissa fundamental da Homeopatia; cada indivíduo apresenta uma forma diferente de reação face a um determinado estímulo, bem como localizações específicas de deferentes das ditas reações, devido às suas características biológicas particulares. Para compreender este princípio, a Homeopatia diz que a "doença" não é mais do que a resposta do organismo para encontrar um equilíbrio biológico que foi perdido devido a uma causa perturbadora.

Tendo presente os princípios básicos da Homeopatia, Hahnemann propôs um terceiro princípio, não menos importante: uma mesma substância tem qualidades tóxicas e terapêuticas. Indicou especificamente que altas doses de uma substância, podem provocar sintomas patológicos e até mesmo lesões anatomopatológicas num tecido, mas essa substância pode "ativar" uma resposta fisiológica de defesa, dirigida À eliminação dos efeitos causados por um determinado agente etiológico. Assim, nós dizemos que a Homeopatia proporciona substâncias em doses necessárias para manter um estímulo da atividade celular e orgânica específico, ou seja, um estímulo à reação do sistema como um todo, mas evitando os efeitos toxicológicos das substâncias utilizadas.

No Século XXI, a Homeopatia oferece várias alternativas de tratamento para uma grande variedade de afeções Os complexos homeopáticos, baseados num correto diagnóstico clínico e de acordo com as indicações de cada componente, representam a alternativa mais prática, fiável e eficaz, na maioria dos casos.

  A Dr. Reckeweg oferece aos profissionais de saúde uma gama de medicamentos homeopáticos complexos, desenvolvidos e comprovados há várias décadas, que são hoje conhecidos como uma alternativa eficaz e segura no tratamento de uma grande quantidade de patologias.

 


Voltar para página anterior